Vamos celebrar o Dia Mundial do Pingüim!

Quem não gosta de pingüins? Do seu modo adorável de andar, das suas belas manchas e personalidades excêntricas? O dia 25 de abril marca o Dia Mundial do Pengüin e foi criado para promover a saúde e a conservação dessas incríveis criaturas. Zoológicos, parques, ambientalistas e todos aqueles que adoram pingüins usam este dia para celebrar pingüins como uma parte única e importante do nosso mundo. O dia 25 de abril coincide com a migração anual dos pingüins para o norte. Tudo começou na McMurdo Station (Estação McMurdo) na Antártida. Os cientistas e pesquisadores de lá notaram que todos os anos no dia 25 de abril, uma colônia de pingüins-de-adélia retornava depois de meses em alto mar. Os pingüins voltavam para o mesmo local, no mesmo dia, todos os anos. Isso parecia muito incrível para ser uma coincidência ... e não era! Este é o padrão normal de migração destes pingüins. Depois de vários anos de observação desse fenômeno, os cientistas e pesquisadores começaram a se preparar para receber os pingüins e criaram um dia de celebração para sua chegada. Todos os anos, centenas de pingüins chegavam de acordo com o previsto e a celebração começava. Este foi o início do Dia Mundial do Pengüin. Depois de alguns anos, com a ajuda da internet e artigos nas notícias, fãs dos pingüins de todo o mundo juntaram-se para celebrar essas criaturas mágicas. Agora, pessoas e lugares no mundo todo participam desta chance de conhecer e ajudar a conservar estas criaturas maravilhosas do nosso mundo.

    Pingüins não são apenas fofos, eles são também animais únicos e excepcionais e são considerados o pássaro mais popular do mundo. Infelizmente, ao longo dos últimos 100 anos, a população de pingüins nos seus habitats naturais tem diminuído. Algumas espécies de pingüins estão mais ameaçadas do que outras. Atualmente, há cerca de 40 a 50 milhões de pingüins em nosso planeta, mas apenas 5.000 pingüins-das-galápagos e 1.600 pingüins-de-olho-amarelo restam. Esforços de conservação em zoológicos e aquários ao redor do mundo estão tentando ampliar a população de pingüins através de programas de reprodução.  No entanto, o processo de reprodução do pingüim não é  rápido. A época de acasalamento para a maioria das espécies só acontece na primavera ou no verão. Os pingüins-rei e os pingüins-imperador só botam um ovo por vez. Todas as outras espécies de pingüins botam dois ovos a cada nidificação. Algumas das espécies levam um ano inteiro para completar o período de acasalamento e produzir seu ovo(s). A maioria dos pingüins são monogâmicos, e muitos retornam ao mesmo companheiro ano após ano. Como é que esses pingüins encontram um outro entre tantos corpos pretos e brancos? Cada pingüim tem um grasnado diferente, permitindo que os indivíduos encontrem seus companheiros e a seus filhotes de encontrar seus pais, mesmo em grandes grupos.

Existem atualmente cerca de 17 espécies de pingüins mundialmente. Eles vêm em uma variedade de tamanhos, e, apesar de serem todos pretos e brancos, cada variedade tem seus próprios padrões e marcas distintos. Os pingüins são aves que não voam e que são engraçados de se observar quando eles estão em terra firma. Eles podem ser desengonçados fora d’água  mas eles são extremamente rápidos e graciosos dentro dela. Com um corpo feito para nadar, os pingüins podem gastar até 75% de suas vidas na água. Algumas espécies de pingüins só saem da água durante a época de muda ou reprodução, enquanto que toda a caça é feita na água. A maioria de suas presas é encontrada até 18 metros de profundidade e por isso pingüins não precisam mergulhar muito a fundo. Enquanto nadam, eles capturam a presa em seus bicos, engolindo-a por inteiro na água. Os pingüins só vivem em estado natural e livre nos mares do hemisfério sul, das Ilhas Galápagos até a Antártida. Alguns são pingüins de águas tépidas e alguns vivem nas regiões de água extremamente frias da Antártida. Apesar de suas diferenças, todas as espécies de pingüins têm pelo menos uma coisa em comum ... elas são aves bastante sociais! Elas gostam de viver em grupos unidos e podem ser encontrados em pares e grupos em números na casa dos milhares.

Então, agora que você sabe um pouco mais sobre essas belas aves, como é que vamos celebrar o Dia Mundial do Pingüim? Há muitas maneiras de celebrar os nossos amigos pingüins. Podemos nos vestir de preto e branco, usar jóias  ou roupas que apoiam os pingüins e a sua causa, podemos andar como um pengüin em homenagem a nossos incríveis amigos, assistir a um filme no cinema ou a um  documentário sobre eles, ler a respeito de pingüins, ou até mesmo visitá-los no jardim zoológico, aquário ou centro de conservação local. Vários zoológicos e aquários até tem celebrações especiais neste dia, como, por exemplo, pintar com os pingüins. No Ripley’s Aquarium (Aquário de Ripley) em Gatlinburg, Tennessee, um programa deixa os pingüins criar arte. Eles usam tintas à base de água e de cores diferentes e deixam os pingüins andar por elas. Depois disso, os pingüins andam com seus pézinhos coloridos sobre telas e marcam permanentemente as suas pegadas individuais de modo a compartilhar-las com os outros. As telas criadas são vendidas na loja do aquário e os lucros são usados ​​para continuar as iniciativas de apoio e conservação dessas criaturas incríveis. Seja qual for a forma que você escolher para comemorar, lembre-se de dar ao pingüins um momento de reflexão no dia 25 de abril e apoiar a nossa população de pingüins!

Artigo por Megan Frison

Fontes:

  • “Basic Facts About Penguins." Penguins. Defenders of Wildlife, 2013. Web. 12 Mar. 2013. 
  • “Penguin Place Post." Penguin Place Post. N.p., n.d. Web. 12 Mar. 2013.
  • Seaworld. "Penguins." Penguins. Busch Entertainment Corporation, 12 Mar. 2013. Web. 12 Mar. 2013. 
  • “World Penguin Day Promotes Conservation Efforts." WVLT RSS. Gray Television Inc., 25 Apr. 2012. Web. 12 Mar. 2013.
  • “World Penguin Day." World Penguin Day. Explore Worldwide, n.d. Web. 12 Mar. 2013.